Slide


Olá meus amores, tudo bem?
Hoje eu trouxe a segunda resenha do Projeto Mais Amor em 2018, apesar dela estar atrasada a história foi incrível! A autora de junho foi a Rossana Cantarelli e, só tenho a agradecê-la por me proporcionar uma experiencia tão agradável e emocionante, foram os quatro dias muito empolgantes e emocionantes, chorei igual bebê junto com a protagonista e amei descobrir que ela é bissexual.


Em todas as resenhas de romances, eu falo sobre o problema que eu tenho, em me envolver na história como um todo, principalmente no início. Teve vezes que eu comecei um livro no inicio do mês mas, consegui terminá-lo apenas no final por falta de: envolvimento pessoal com os personagens.  Então, vocês devem imaginar como eu fiquei quando iniciei o livro e fiquei tão empolgada com a história que, queria terminá-lo no mesmo dia mas, tive que parar e ir dormi..kkk
Sinopse: Após a descoberta da traição de sua esposa como seu melhor amigo, Raul viaja para a Espanha por um ano depois de se divorciar. Quando retorna ao Brasil, está decidido a mergulhar no trabalho, bem como a concretizar seus projetos literários.Isis é uma jovem advogada curtindo suas primeiras férias e cheia de planos para os próximos trinta dias: leituras, visitar seus pais, cantar com sua banda, baladas sem peso na consciência. Enquanto ele tenta recomeçar sua vida do zero; ela tenta resgatar quem realmente é.Uma noite. Um palco. Uma música. Uma aposta. Tudo pode mudar. Isis, mulher de mente aberta, com voz potente e sensual, cheia de talentos, vira o mundo de Raul de cabeça para baixo. Raul, bonito, inteligente e rico, desperta em Isis sensações desconhecidas e conflitantes. Um romance entre o playboy e a cantora; entre o escritor e sua tradutora; entre o advogado chefe e sua subordinada. Tantas possibilidades de fracasso, teria como dar certo? Só saberemos quando o relógio marcar depois das cinco. |Páginas: 469| Ano: 2018| Gênero: Romance| Editora: Independente|*e-Book cedido pela autora para resenha|COMPRAR|

Resumo

O livro é narrada pelos dois personagens principais: Isis e Raul, em cada capítulo um deles conta a sua visão dos acontecimentos. 

Isis, jovem, bonita, inteligente, trabalha como advogada, tradutora e cantora nas horas, é a filha amada e maluquinha da família, seus pais, dariam tudo para ela estar morando na casa deles mas, ela decidiu mudar sozinha para Porto Alegre e realizar os seus sonhos. Ela está em um relacionamento com a personal trainer Magali, que parecia ser a melhor companheira e amiga que ela poderia querer mas, com o passar do tempo as coisas vão mudando e para agradar Ísis vai realizando os "desejos" e "pedidos" carinhosos da namorada.
"No dia que se enxergar no espelho e não se reconhecer mais saia da relação! Tudo bem, eu ainda estava me reconhecendo quando me olhava no espelho. Acreditava que a Magali somente queria o meu bem pois se preocupava comigo." (posição:307-308)
Raul, lindo, rico, cobiçado pelas mulheres, possui uma empresa de advocacia reconhecida nacionalmente e escritor nas horas vagas mas, guarda em seu coração as marcas de um passado triste, cheio de perdas e traições o que faz dele um homem fechado para o amor mas, alegre para a vida, motivado para as conquistas e muito festeiro. Em uma dessas festas ele conhece a Márcia com quem tem um caso passageiro mas, a mulher é completamente louca e começa a causar problemas. 
Uma observação interessante que eu fiz: a autora teve o cuidado de colocar dois personagens que sofreram algum tipo de abuso, antes de se relacionarem, deixando bem claro que isso pode acontecer com homens também, e não estou me referindo a abuso sexual mas principalmente, emocional e psicológico. 
O primeiro encontro deles acontece em um barzinho onde Isis está cantando com sua banda, e Raul não tira os olhos dela, em determinado momento à desafia a cantar uma música muito difícil em espanhol e os ânimos se acendem, ela fica uma fera por ter sido desafiada, ele fica excitado. Após, esse encontro Raul tenta reencontrá-la várias vezes, indo no mesmo bar mas, a "donzela" não está lá, apesar de ficar frustado ele é muito persistente e segue a sua vida esperando a hora e o momento certo. 

Poucas semanas depois do encontro no bar, Isis descobre que irá traduzir o livro do Raul e que trabalha na empresa dele, coitada! Sua mente se transforma em uma confusão mas, o destino reserva um amor maior para os dois. Toda a parte romântica do livro é desenvolvido de uma maneira bem sutil, o amor deles vai nascendo aos poucos e até mesmo as cenas de sexo, encaixam perfeitamente no momento da história.


Minha Opinião


A leitura desse livro foi uma mistura de muitas emoções, eu chorei muito por perceber que as pessoas podem ser tão cruéis e possessivas, me envolvi de mais com história, com os personagens e alguns capítulos não consegui ler no ônibus para não chorar ou rir no meio do povo. Terminei a leitura rapidinho mesmo tenho enrolado muito e vou dizer as três coias que me encantaram na história: 
💛 primeiro a escrita da autora: ela é fantástica, não possui aquela repetição infinita de palavras, quando as histórias eram contadas na visão dos personagem era perceptível a narração do "homem" e da "mulher", as vozes eram trocadas automaticamente na minha mente..rs!
💛 segundo descrição dos personagens: todos eles possuem personalidades definidas desde o início, características de pessoas reais que encontramos por aí, mães iguais aquelas que temos em casa, tudo é muito real e isso me deixou muito envolvida com a história. Ela deixa bem claro que mesmo pessoas boas podem tomar decisões erradas.
💛 terceiro temas abordados: eu nunca havia lido nada com personagens LGBTs mas, tenho vários na lista que desejo ler, esse foi apenas o primeiro deles. Outros temas importante são relacionamento abusivo, traição, submissão, preconceito, abuso, etc e acredito que todos eles sejam motivos suficientes para você ler esse livro agora. 

E você leram esse livro, gostaram? Contem tudo para mim nos cometários! Não esqueçam de indicar autoras de romances nacionais para entrar no projeto.

PRIMEIRA RESENHA
APRESENTAÇÃO DO PROJETO
Leia Mais ►
Compartilhe com os amigos
Blogger Widgets

Olá queridos detetives, tudo bem?
Hoje eu vou dar início ao projeto de primeiras impressões em parceria com a Editora Pendragon, eles enviaram vários capítulos de alguns livros para lermos e darmos a nossa opinião sobre eles. Confesso que li vários desse capítulos e vou trazer muitas impressões de livros interessantes de gêneros diversos, vou começar por: Como nascem os monstros do autor Jean Jhordan.

Sinopse: Uma família feliz, um assalto aleatório, uma mudança. Um assassinato e suas dolorosas consequências. Até onde o desejo de vingança pode nos levar? Leonardo era um pai de família exemplar e um médico bem-sucedido. Num passeio com a família para comemorar o aniversário da sua filha única, Lara, tem seu carro roubado e sua filha levada por engano. Mal sabia ele que aquela angústia de ter sua filha sequestrada não chegaria aos pés dos sofrimentos que viveria anos depois, na nova cidade que resolvera se instalar após o assalto. Com o coração amargurado, amparado por pequenas pistas que Lara inocentemente havia deixado, Leonardo se guia por um caminho obscuro e sem volta, procurando a vingança que supostamente aplacaria a dor de seu coração, uma dor sem limites. Sem limites também foi sua vingança. “Como nascem os monstros” é um relato cru e doloroso sobre dor, sobre perda, sobre atos e consequências. Você saberá o que a dor é capaz de fazer com a mente e o coração de pessoas de bem, mas que em certo momento perdem as forças diante do peso do sofrimento.". |Editora: Pendragon| Gênero: Suspense Policial|Ano: 2017|Páginas: 159|*e-Book cedido pelo editora para resenha|

Resumo

O que passa na mente, de um prisioneiro que está no corredor da morte? Valeu a pena todos os erros cometidos? O que aconteceu com esse prisioneiro? A pena de morte é mesmo necessária? Será que ele se arrependeu? Nesse livro o prisioneiro Leonardo responde essas e outras perguntas,  nos contando a sua história, após a sua morte. 

Leonardo começa contado como era a sua vida na infância da sua filha Lara, apesar de ter uma esposa amorosa e muito bonita ele dedicava muito tempo ao seu trabalho como médico, chegando a ver a filha apenas a noite quando ela estava dormindo. A rotina intensa de trabalho estava distanciando ele da sua família, aos poucos estava ficando cada vez mais estressado com a pequena Lara e com sua esposa por coisas mínimas, mas, ele só percebeu isso quando sua filha foi sequestrada por engano, quando os três voltavam de um passeio no parque, o desespero foi incontrolável. 
"Se houvesse um inferno, sabia que ele me aguardava, pois meus pecados não seriam perdoados. Perdão? Esse só vem com arrependimento e eu não -me arrependia de nada." (pg-7)
Depois de reencontrem a filha Leonardo e a esposa Ana decidem mudar para uma cidade pequena e tranquila, onde ele aprende a dar valor a sua família e vivem tranquilamente durante muitos anos. Ele continua narrando sobre os acontecimentos da sua vida: como o relacionamento com a sua esposa melhorou, Lara está crescendo rápido e começando a namorar, o relacionamento entre Ana e Lara é muito instável, etc. E tudo está indo muito bem até, Lara desaparecer misteriosamente do seu quarto.

No último capítulo das impressões Leonardo nos conta como descobriu que a filha havia desaparecido, e os momentos angustiantes que viveu procurando por ela na floresta. No começo a equipe que busca era enorme, composta por policiais, guardas florestais, pessoas da comunidade e colegas da Lara mas, o resultado era sempre negativo e as pessoas cansaram de procurar. Com o passar dos dias ficaram apenas ele e alguns caçadores que ele contratou para ajudá-lo nas buscas. No final da leitura fiquei com as seguintes perguntas na mente: Onde está Lara? O que aconteceu com ela? Ela está viva?

Minha Opinião

A Editora Pendragon cedeu exatamente três capítulos do livro, para que eu pudesse ler e expressar a minha opinião sobre ele e eu amei essa história, foi uma das melhores que li até agora! Confesso que achei a quantidade de páginas cedidas para a leitura poucas, pois essa história aborda vários temas importantes e diferentes, mas os principais são: pena de morte e sequestro. Espero que o autor tenha conseguido desenvolver com exito todos esses temas dentro da história, pois ela tem potencial para ser um best -seller nacional.

A escrita do autor é precisa e muito agradável mesmo ele sendo jovem, escreve como autores mais velhos e experientes, medindo as palavras e deixando os capítulos com um suspense de dar arrepios, em alguns momentos me senti no cinema assistindo a um filme de suspense/mistério, esperando atentamente a chegada do assassino. Eu recomendo muito a leitura desse livro, tenho certeza que todos os amantes de suspense policial irão gostar dessa história principalmente, por ser narrada em primeira pessoa e ter elementos pouco explorados em outros livros.

A diagramação do livro físico está linda gente, tenho realmente que parabenizar a editora Pendragon, todos as últimas edições deles estão lindíssimas, como mostra o vídeo abaixo:
  

Contatos com o autor:
|Facebook|Comprar|
Leia Mais ►
Compartilhe com os amigos
Blogger Widgets

Olá pessoal, tudo bom? Esse mês eu entrevistei uma autora de romances, muito simpática! Conheci a Cida Costa faz alguns meses através da Trilogia Amor de Herói, conversei com ela algumas vezes e gostei muito da sua personalidade, engraçado como algumas pessoas conquistam a nossa admiração mesmo sem conhecermos elas pessoalmente. 
Biografia: Cida Costa nasceu na cidade de São Paulo SP aos 24 de Abril de 1983. Seu primeiro contato com a literatura foi na escola quando ainda pequena se apaixonou pelos contos de fada, seu favorito é o da Cinderela. Quando estava na 5ª série inspirada por sua professora de português começou a escrever poesias, lá também escreveu duas peças de teatro. Durante toda a sua vida nunca foi então que resolveu escrever um. Hoje casada e mãe de dois meninos mora na cidade de Barueri SP, costuma dizer que "escrever é a sua arte". Intensa e romântica tudo o que faz é com muita dedicação e amor.

1 – Além de escrever livros do gênero romântico possui outra profissão? É muito complicado dedicar os seus dias para escrever, como essa dedicação exclusiva ajuda no processo de escrita dos seus livros?
R: Não tenho outra profissão. Procuro me dedicar à escrita sempre que posso, porém sou mãe e nem sempre consigo, além disso, também tem a divulgação dos livros, então escrevo sem pressão, deixo a história fluir naturalmente sem forçar a escrita.

2 – O que você acha do mercado editorial para os novos escritores? Em sua opinião, há mercado para tal atividade?
R: O mercado editorial ainda deixa a desejar, porém ultimamente vem surgindo novas editoras com uma enorme dedicação aos novos escritores. Para que as coisas comecem a mudar, autores, editores, leitores e blogueiros devem se unir, esquecer as diferenças e lutar para que o mercado editorial nacional cresça cada vez mais.

3 – Sendo uma mulher bonita e escritora de romances New Adult, já sofreu preconceito por ter esses atributos no meio literário?
R: Preconceito propriamente não! Mas nas redes sociais tem uns engraçadinhos que querem seguir ou fazer amizade com segundas intenções, deixo logo claro que sou casada, amo e respeito meu marido. Todos são muito bem vindos e tratados com muito carinho e respeito nas minhas redes sociais, mas falta de respeito eu não admito de ninguém.

4 – Todo escritor inicia a sua vida como leitor ativo, o que ajuda muito quando começa a escrever as suas próprias histórias. Que tipo de leitura você prefere? Está lendo algum livro que possa indicar aos leitores do blog?
R: Eu prefiro os romances, mas se for bom leio de tudo, menos terror por que sou medrosa rsrs. Acabei de ler “Estarei Aqui” da Daya Alves e amei demais, agora estou lendo “Espero Você Voltar” da Marjory Lincoln e estou amando.

5 – Você escreveu a Trilogia Amor de Herói, conte um pouco para os leitores como foi o processo de escrita dos livros? E de publicação? Teremos a versão física deles em breve?
R: Queria fazer algo diferente, então surgiu à ideia de uma trilogia em contos. Me veio a  cabeça uma mocinha que sofre uma decepção amorosa e acha que o mundo acabou, de repente num momento extremo um herói da tevê aparece para salva lá, mas como gosto de algo a mais em meus livros, quis criar um elo entre eles, algo mágico e por amar borboletas tive a ideia de transformá-las no símbolo da amizade e do amor entre os personagens. Bem quanto aos lugares, o primeiro teria que ser o Brasil, por que sou dessas rsrs, amo meu país, os outros dois Paris e Amsterdam são por ter vontade de conhecer. No Brasil John e Amanda se aventuram e começam a descobrir que podem seguir em frente, em Paris coloquei um pouco de ação a trama e em Amsterdam a resolução de tudo. Quanto aos livros físicos da trilogia pretendo sim publicar, mas ainda não tenho previsão e não sei se será por uma editora ou de maneira independente.

6 – Como você reage às críticas ao seu trabalho e de que forma influenciaram na continuação dos seus livros?
R: Se forem críticas construtivas eu aceito e analiso se realmente ela me cabe, mas não deixo me abater por elas não, acredito no meu potencial, sei que sempre posso aprender, procuro sempre melhorar e buscar novos conhecimentos, mas tenho minha própria maneira de escrever, meu estilo próprio e sigo sempre o meu coração.

7 – Tem algum gênero literário que pretende se aventurar? Qual, por quê?
R: Tenho vontade de escrever uma aventura, tipo um super herói...kkkk e tenho até a ideia! Outro gênero que irei me aventurar é o infantil, esse é por que meu filho Gustavo de 4 anos me pediu.


8 – Quais são os seus próximos projetos literários?
R: Bem vou falar do meu projeto atual “Poesia, amor e amizade” livro com lançamento na Bienal de São Paulo pela editora The Books. São poesias sobre amor e amizade, algumas dessas poesias foram escritas na minha adolescência, o livro está lindo, capa, diagramação, tudo maravilhoso, a editora está arrasando. 
Estarei na Bienal nos dias 07/08 as 11:30 e 12/08 as 19:30 horas no estande da The Books editora na rua k 094 ao lado da Amazon. 
Estou escrevendo um livro onde a protagonista é negra e luta contra o preconceito, ela é forte e lutará para defender todos a sua volta. “O amor não tem cor”. E tenho outro projeto para o fim do ano, a história de Renato e Camila personagens secundários do meu primeiro romance “amor destino e pôr do sol”.

9 – O blog está com um projeto que incentiva a leitura de livros nacionais e a compra dos livros. Indique para os nossos leitores cinco autores que você conhece.
R: Vou indicar alguns que li e amei, mas tem muito mais. Ruth Arnaldo, Ana Cleide da Silva, Nana Valentini, Sumihara Martinez, Malu Simões, Sidnei Coelho, Marjory Lincoln, Giuliana Sperandio, Rm Cordeiro, Joselita Alecrim, Daya Alves...

10 – Para terminar, deixe uma mensagem para todos os seus seguidores que estão lendo os seus livros.
R: Há dois anos quando enfim resolvi publicar meu primeiro livro na Amazon nunca imaginei que hoje estaria prestes a lançar um livro físico por uma editora na Bienal, nem que receberia tanto carinho, não há palavras capazes de descrever o que estou sentindo, muito menos palavras para agradecer tanto amor.
Obrigada meus amores! Venham me dar um abraço na Bienal, vou adorar conhecer e tirar fotos com vocês!

Contatos com a autora:

Por hoje é só pessoal! Espero que tenham gostado. Se tiverem alguma pergunta para a autora podem deixar nos comentários. Beijos e Abraços❤
Leia Mais ►
Compartilhe com os amigos
Blogger Widgets
Foto retirada do Blog Conta-se um Livro

Olá amores, tudo bem? Espero que sim!
No mês de maio iniciei o Projeto Mais Amor em 2018 (Saiba Mais..) juntamente com a Raquel do Conta-se um Livro e agora vou apresentar o terceiro livro que iremos ler e resenhar.Mas, cadê o segundo Vivi? Eu esqueci de escrever o post de apresentação dele e peço desculpas! O segundo livro foi: Depois das Cinco escrito pela autora Rossana Cantarelli, a resenha será postada semana que vem, com um sorteio bem bacana junto.

Explicações devidamente apresentadas, vamos para o terceiro livro do projeto! Ele se chama A Marquesa, escrito pela autora Nahra Mestre, o livro físico foi publicado pela Editora Portal e está com uma capa incrível, vale a pena comprá-lo. [AMAZON] [PORTAL]


SINOPSE

A série Damas Perfeitas retrata as mulheres que se escondiam atrás das convenções sociais impostas no século XIX, na Era Vitoriana. Nessa época, quando o conceito de “amor romântico” passa por profunda transformação, existiram algumas que desafiaram as regras e fizeram a diferença na história do Reino Unido. Apesar da aparência frágil e submissa, elas tiveram um papel fundamental nas relações sociais e políticas de seus maridos. Por trás dos homens e com muita sensibilidade, fizeram história no período Pós- Revolução Industrial.

A Marquesa..
Nos palcos da aristocracia inglesa do século XIX, Sarah Granville Anson descobre, ainda muito jovem, que foi prometida para o primo Thomas Hervey, futuro marquês de Bristol. Enquanto ela se prepara para ser a esposa perfeita, Thomas torna-se cada vez mais contrário a qualquer tipo de sentimento.
Uma dama apaixonada, que faz de tudo para conquistar o amor do futuro marido, ainda que com artifícios inapropriados para a sociedade conservadora em que vive. Um cavalheiro marcado pelo passado, avesso ao amor, mas que se vê envolvido pelos encantos de Sarah a cada dia.Quando Thomas se der conta de que ela é o amor de sua vida, pode ser tarde demais.Um romance de época, que retrata uma mulher à frente de seu tempo e que levará o leitor (a) a uma deliciosa viagem pela Era Vitoriana.

Você irá se apaixonar..
Uma história de época que traz à tona temas atuais como a “igualdade de gêneros”! Londres, século XIX. Em um universo dominado pelo gênero masculino, a mulher era um ser à margem, não tinha voz nem vez. A mocinha não é uma super-heroína e, como todo ser de carne e osso daquela época, sofre as limitações impostas por uma sociedade moralista e preconceituosa. Ainda assim, Lady Sarah mostra-nos que é possível ser forte e independente sem perder a sensibilidade e a feminilidade, ao traduzir, na pele de uma mulher à frente de seu tempo, a alma feminina que habita o imaginário da mulher do século XXI; e pela qual esta luta até hoje.

A elegante escrita de Nahra Mestre ganha brilho e um charme especial ao retratar a Era Vitoriana, que, aliás, poucas vezes vi tão bem descrita e com tal cuidado nos detalhes que dizem respeito à cultura e à etiqueta inglesa daqueles tempos. Uma viagem verossímil e ao mesmo tempo utópica, a realização de um anseio, um sonho inesquecível.” Deborah A. A. Ratton.

Estou muito animada para fazer essa leitura! Será o segundo romance de época que vou ler, e vocês já leram esse livro? Me contem o que acharam nos comentários, mas sem spoiler!
Ótimas leituras, até mais❤
Leia Mais ►
Compartilhe com os amigos
Blogger Widgets